Tag Archive for: lars gustafsson

libertação

05 Set
05.09.2011

LIBERTA, SENHOR, A HUMANIDADE SOFREDORA
MAS LIBERTA-ME PRIMEIRO A MIM, QUE SOU QUEM MAIS SOFRE
Basta andar alguns quilómetros na automotora para descobrir isso. Se não puderem queixar-se de mais nada, queixam-se das suas estúpidas doenças, das dores nos joelhos, das pedras na vesícula, das úlceras, das veias inflamadas, dos soluços e das azias, das diarreias e das caganitas empedernidas que até fazem barulho ao bater no fundo do penico
e imaginam, enquanto falam de tudo isto, que alguém lhes dá importância só por se queixarem.
IDIOTAS DE MERDA

A Morte de Um Apicultor, Lars Gustafsson

15 Jun
15.06.2009 Se pensar em todas as pessoas que encontrei na minha vida – professores, amigos, raparigas, relações ocasionais, velhos e fiéis companheiros, familiares – apercebo-me subitamente de que não houve uma única, nem uma única, que eu tivesse conhecido verdadeiramente.
A Morte de Um Apicultor por Lars Gustafsson (página 153)

09 Jun
09.06.2009 LIBERTA, SENHOR, A HUMANIDADE SOFREDORA
MAS LIBERTA-ME PRIMEIRO A MIM, QUE SOU QUEM MAIS SOFRE
Basta andar alguns quilómetros na automotora para descobrir isso. Se não puderem queixar-se de mais nada, queixam-se das suas estúpidas doenças, das dores nos joelhos, das pedras na vesícula, das úlceras, das veias inflamadas, dos soluços e das azias, das diarreias e das caganitas empedernidas que até fazem barulho ao bater no fundo do penicoe imaginam, enquanto falam de tudo isto, que alguém lhes dá importância só por se queixarem.
IDIOTAS DE MERDA
A Morte de Um Apicultor por Lars Gustafsson (página 87)

livros

26 Mar
26.03.2009

Hoje numa mini-feira de livro usado adquiri, ao preço de 1 euro a unidade, 3 livros, que julgo serem, interessantes.

  1. A Morte de um Apicultor, Lars Gustafsson
  2. O Cônsul Honorário, Graham Greene
  3. Terra Bendita, Pearl S. Buck

Nunca li nada de Pearl S. Buck, vencedora do Prémio Nobel de Literatura de 1938.

Já de Graham Greene li diversas obras e penso, enquanto escrevo isto, que já li “O Cônsul Honorário” existindo, até, na minha biblioteca uma edição da Editora Ulisseia.

Não tive, ainda, o prazer de ler a que é considerada a obra prima de Lars Gustafsson; um dos maiores escritores suecos contemporâneos.

Por isto tudo foi uma excelente aquisição.

© 1999.2020 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!