Tag Archive for: mulher

de lado – 0096

14 Jan
14.01.2020

Há mulheres com perna que nunca acaba. A essas chamamos “cobras”.

#januhairy

10 Jan
10.01.2020

Vamos ser claros: aqui esta-se perante o regresso do movimento Gina dos anos 80 e mais nada.

27 Nov
27.11.2019 — Uma mulher de Malakal disse-me: «Nesta região, ninguém ficou desfeito por uma mina antipessoal.» Mas depois um dos vizinhos disse-me que a vaca dessa mulher havia pisado uma mina, que tinha explodido. Então, a mulher disse: «Ah, sim, a minha vaca.» Numa guerra, a morte de uma vaca não quer dizer grande coisa.
Viagem Por África de Paul Theroux (pág. 86)

e então vai entender de claudio magris

16 Out
16.10.2019

Neste monólogo narrativo sobre um amor total e falhado, uma mulher fala-nos a partir de uma obscuridade misteriosa – a partir da morte? – e revela-nos num tom terno e impiedoso, que contém toda a grandeza e mesquinhez da vida e da morte, as alegrias e misérias da paixão – e do homem que ela ama, mas renuncia seguir de volta à vida. Em E Então Vai Entender, Claudio Magris movesse entre a experiência pessoal e o mito; entre a vontade de fuga e a intensidade da permanência, entre a ligeireza e a tragédia.

Quetzal Editores

Excelente narrativa.


Tradução de José Colaço Barreiros

1q84 (vol. 1) de haruki murakami

20 Set
20.09.2019

Um mundo aparentemente normal, duas personagens – Aomame, uma mulher independente, professora de artes marciais, e Tengo, professor de matemática – que não são o que aparentam e ambos se dão conta de ligeiros desajustamentos à sua volta, que os conduzirão fatalmente a um destino comum. Um universo romanesco dissecado com precisão orwelliana, em que se cruzam histórias inesquecíveis e personagens cativantes.

Casa das Letras

1Q84 de Haruki Murakami é um livro verdadeiramente excepcional.

felicidade 1.0

26 Ago
26.08.2019

Felicidade é estar deitado no sofá com a cabeça hospedada no colo da mulher que amas, fechares os olhos e relaxares com os sons e os movimentos do seu respirar. É uma comoção de oásis.

o comboio da noite de martin amis

18 Ago
18.08.2019

Mike Hoolihan, uma mulher polícia de uma cidade americana, depara-se com a morte suspeita da jovem Jennifer Rockwell. Mike conhecera-a: era muito bela, inteligente, amorável, gregária, uma criatura extraordinariamente adorada por toda a comunidade. Encontrá- -la morta em casa, com um tiro na cabeça, foi um choque tremendo, e maior ainda foi a perplexidade quando todos os indícios apontaram para o suicídio. Até mesmo o facto suspeito de terem sido disparados não um mas três tiros pôde ser rapidamente explicado. 

Bertrand

Outro excelente livro de Martin Amis.


Tradução de Telma Costa

a vida feliz de elena varvello

05 Ago
05.08.2019

Isto diz tudo:

Uma história que comprime muitos temas e géneros, da violência sobre as mulheres à doença mental, do romance de formação ao livro de suspense – sobre os fantasmas que se materializam ainda, muitos anos depois, quando tudo já acabou.

Corriere della Sera

… uma leitura estimulante.


a substância do amor e outras crónicas de josé eduardo agualusa

27 Jun
27.06.2019

A crueldade feminina fascina os homens. Amar uma mulher sem veneno é como jogar à roleta-russa com uma pistola fulminante. A obscura força que leva um sujeito a lançar-se da Pedra da Gávea, no Rio de Janeiro, preso a uma frágil lona (um parapente ou um asa-delta), em direção ao imenso abismo azul, aos prédios aguçados, às areias luminosas da praia do Pepino, é a mesma que o precipita, indefeso e nu, para os braços de uma mulher. 

Quando o louva-a-deus encontra a sua deusa e esta lhe diz vem, vou-te comer, o infeliz sabe que aquilo não é uma metáfora. Mesmo assim, seguro de que depois do amor será servido ao jantar, o louva-a-deus persigna-se e vai. É o que nós fazemos – homens e mulheres -, à procura do amor, em fuga do amor, desencontrados.

Wook

Sei que já li em livros anteriores de José Eduardo Agualusa:

  • A Velha Esperança morreu sentada (conto)
  • O Último Andar (conto)
  • Dançar outra vez (crónica)
  • e outras referências

Qual a importância disso? Nenhuma e alguma – serve para sossegar a minha obsessão por pormenores, pois claro.

E quanto ao livro A Substância do Amor de José Eduardo Agualusa? Uau formidável; delirante – fantástico. Tanta coisa boa em poucas páginas.

26 Jun
26.06.2019 Uma mulher encontrou um caracol. «O que é isso nas tuas costas’», perguntou-lhe a mulher. «Isto?», admirou-se o caracol, «essa agora, isto é a minha casa.» A mulher suspirou: «Meu Deus! e não tem jardim?»
A Substância do Amor de José Eduardo Agualusa (página 180)
© 1999.2020 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!