Artigos

(…) Num vila romena, uma mulher começou a pôr ovos. Numa cidade francesa, os cidadões começaram a transformar-se em rinocerontes. Os idosos irlandeses começaram a viver em caixotes do lixo. Um belga olhou-se a um espelho e viu a sua nuca refletida nele. Um funcionário russo perdeu o nariz e depois viu-o a passear sozinho por São Petersburgo. Uma nuvem estreita trespassou a lua cheia (…)
Dois Anos, Oito Meses e Vinte e Oito Noites de Salman Rushdie (página 108)

Breve referência ao espectacular conto de Nikolai Gogol, “O Nariz”, que pode ser lido no livro Contos de S. Petersburgo publicado pela Saída de Emergência.

leituras em 2019

Para me manter na crista da onda vou tentar listar, por que a vida também se faz de listas, alguns dos livros que me satisfizeram ACIMA da MÉDIA em 2019.

  1. Contos de S. Petersburgo por Nikolai Gogol
  2. O Céu Que Nos Protege por Paul Bowles
  3. A Conjura por José Eduardo Agualusa
  4. O Vendedor de Passados por José Eduardo Agualusa
  5. Um Estranho Numa Terra Estranha por Robert A. Heinlein
  6. Comer/Beber por Filipe Melo e Juan Cavia
  7. Barroco Tropical por José Eduardo Agualusa
  8. A Nuvem de Smog e a Formiga Argentina por Italo Calvino
  9. Babilónia por Yasmina Reza
  10. Devias Ter-te Ido Embora por Daniel Kehlmann
  11. Hotel Silêncio de Auður Ava Ólafsdóttir
  12. Matadouro Cinco de Kurt Vonnegut
  13. A Trilogia de Nova Iorque de Paul Auster
  14. Estação das Chuvas de José Eduardo Agualusa
  15. A Contraluz de Rachel Cusk
  16. 1Q84 (volume 1) de Haruki Murakami
  17. Astonishing X-Men – livro um
  18. Doutor Sonho de Stephen King
  19. Samitério de Animais de Stephen King
  20. Elevation de Stephen King
  21. Teoria da Viagem. Uma poética da Geografia de Michel Onfray
  22. Os Meus Heróis Foram Sempre Drogados de Ed Brubaker e Sean Phillips
  23. Como a Sombra Que Passa de Antonio Muñoz Molina
  24. Blacker Against the Deep Dark by Alexander Zelenyj
  25. Viagem por África de Paul Theroux
  26. O Periférico de William Gibson

contos de s. petersburgo de nikolai gogol

Lido os Contos de S. Petersburgo de Nikolai Gogol, oferecido no Natal pelo meu filho.

Este livro é composto pelos contos:

  • Nevksy Prospekt
  • O Diário de um Louco
  • O Nariz
  • O Coche
  • O retrato
  • O capote

Nos contos são narradas situações tão estranhas, surreais, que não fazem qualquer sentido (o que acho por demais divertido). Cheias de personagens hilariantes que por motivos vários acabam por viver situações absurdas, as histórias fornecem ao mesmo tempo uma leitura divertida e um questionamento sobre a percepção do que é a nossa realidade.

o nariz do herói decide passear e torna-se funcionário público

Todas as histórias estão assentes numa obsessiva – ideal – observação. Com uma lógica própria e com descrições quer cómicas, ou sinistras ou até comoventes temos textos estranhos, bizarros, satíricos – malucos!

Ler Gogol foi puro prazer.


Imagem “The Nose” by Ekaterina Boglovskaya

— Prezado senhor… — disse Kovalev, com dignidade — … não sei como deva interpretar as suas palavras… Parece-me tudo perfeitamente evidente… Ou será que pretende.. Ora, o senhor é o meu próprio nariz!
Contos de S. Petersburgo de Nikolai Gógol (página 74)
Hoje veio cá o nosso administrativo com instruções para eu me apresentar ao serviço, pois não comparecia havia mais de três semanas. Fui por brincadeira.
Contos de S. Petersburgo de Nikolai Gógol (página 61)
Por Deus, tanta alegria num único instante! Que vida tão maravilhosa de dois minutos!
Contos de S. Petersburgo de Nikolai Gógol (página 32)