Tag Archive for: pascal mercier

comboio nocturno para lisboa de pascal mercier

11 Abr
11.04.2017

Pascal Mercier, pseudónimo de Peter Bieri, escreve com Comboio Nocturno para Lisboa um livro memorável sobre a procura de nós nos outros. Adorei a passagem do tempo, do silêncio individual, da busca, da descoberta.

Comboio Nocturno para Lisboa é um livro pleno de palavras que se sufocam – magistral!

09 Abr
09.04.2017 Quando os outros nos levam a irritarmos-nos com eles – com a sua insolência, injustiça, falta de escrúpulos – então o que acontece é que exercem poder sobre nós, alastram, devorando-nos a alma, pois a irritação é como um veneno ardente, que destrói todos os sentimentos brando, nobres e equilibrados, e nos rouba o sono. (…) O que poderia significar agir correctamente perante a irritação?
Comboio Nocturno para Lisboa de Pascal Mercier (pág. 369)

08 Abr
08.04.2017 Quero percorrer o meu caminho pela vida no anonimato. A cegueira dos outros é a minha segurança e a minha liberdade.
Comboio Nocturno para Lisboa de Pascal Mercier (págs. 409 e 410)

outras leituras mais

06 Abr
06.04.2017

Ora vejamos…

  • Tokyo Ghoul, volume II de Sui Ishida – o segundo volume não desaponta. A introdução de novos elementos e personagens estimulam o desejo de continuar a ler as aventuras de Ken Kaneki.
  • Catwoman: O Grande Golpe de Selina de Darwyn Cooke – o 4º volume da colecção “No coração das Trevas DC” é uma leitura perfeita. Um policial noir bem escrito e desenhado. O melhor até agora da colecção.
  • Colecção Vampiro de Bolso (nova colecção) – comprei até ao número 9 os novos livros desta série porque adoro ler policiais. (ponto final) Uns livros são reedições, outros pelo que me é dado a conhecer, são novos lançamentos – mas todos ao abrigo do triste AO90. Estava até hoje a ler o Mistério dos Fósforos Queimados quando parei, removi o marcador, fechei o livro e decidi arrumar até nova ordem a leitura. Ficam assim de lado:
    • O Mistério dos Fósforos Queimados de Ellery Queen
    • A Liga dos Homens Assustados de Rex Stout
    • A Morte da Canária de S. S. Van Dine
    • O Grande Mistério de Bow de Israel Zangwill

… e talvez definitivamente ou não – ando por demais obsessivo; conflituoso comigo mesmo.

Eu hoje estou cruel, frenético, exigente;
Nem posso tolerar os livros mais bizarros.
Incrível. Já fumei três maços de cigarros
Consecutivamente.

Cesário Verde

03 Abr
03.04.2017 Logo a seguir, instalou-se um silêncio como ele nunca havia sentido, um silêncio onde os anos se calavam.
Comboio Nocturno para Lisboa de Pascal Mercier (página 147)

03 Abr
03.04.2017 … um desejo evanescente e patético – de voltar àquele ponto da minha vida em que teria podido optar por uma outra direcção completamente diferente daquela que acabou por fazer de mim aquilo que hoje sou?… Sentar-me uma vez mais no musgo quente, com o boné entre as mãos – isso só pode representar o desejo paradoxal de viajar para trás no tempo que me fez, mas levando-me simultaneamente a mim, àquele que agora sou e que foi marcado por tudo o que aconteceu.
Comboio Nocturno para Lisboa de Pascal Mercier (página 146)
© 1999.2019 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!