Tag Archive for: pássaros

flamingos no quênia

06 Dez
06.12.2019

Lago Nakuru é um dos três lagos inter-relacionados província do vale do Rift, no Quênia. Estes lagos são lar de 13 espécies de aves globalmente ameaçadas e algumas das diversidades de pássaro mais altas do mundo. Uma característica absolutamente incrível do Lago Nakuru são as grandes reuniões de flamingos. Durante esse fenómeno, é possível encontrar duas espécies diferentes de flamingos: o “Greater Flamingo” e o “Lesser Flamingo”.

wiki culturama
wiki culturama
wiki culturama

Os lagos de soda, superficiais e corrosivos, situados perto de Naivasha e Nakuru, eram justificadamente famosos pelos seus flamingos. Os flamingos menores reuniam-se no lago Nakuru, os maiores no lago Natron. Avistei enormes manchas cor-de-rosa no lago Elmenteita: milhares de aves. Alimentavam-se nos seus baixios, de cabeça inclinada, fazendo oscilar os graciosos pescoços; arrastavam o bico pela água e picavam os alimentos.
Os turistas só viam estes pássaros encantadores e nada sabiam acerca do padre Kaiser ou das forças obscuras do Quénia que o tinham liquidado.

Viagem por África de Paul Theroux (página 245)

ave

24 Abr
24.04.2019

Um rabisco feito numa altura em que o sono assaltava-me o corpo.

no interior: “catálogo de sombras”

14 Mar
14.03.2019

Arte no interior do livro “Catálogo de Sombras” por José Eduardo Agualusa.

A vinheta de acordo com pistas no conto “Catálogo de Sombras” poderá ser uma ave pernalta (página 17), que é um denominação incorrecta [1]. Não consigo descobrir que ave é, mas escolho a graça.

[1] Ave pernalta é uma designação imprecisa e taxonomicamente incorrecta utilizada para descrever o grupo muito diverso das aves aquáticas que apresentam como adaptação o alongamento dos membros inferiores.

Wikipédia

josé eduardo agualusa

14 Mar
14.03.2019

Depois de ter lido “A Teoria Geral do Esquecimento”, por José Eduardo Agualusa, fiquei de tal forma fascinado pela sua escrita que tenha decidido começar a ler o resto da sua obra pela ordem de obtenção de cada título – pois claro.

Na seguinte lista não coloquei as suas obras de literatura infantil, “Estranhões e Bizarrocos”, ” A Girafa que Comia Estrelas”, “Um Pai em Nascimento”; “Lisboa Africana” grande reportagem sobre a comunidade africana de Lisboa, em parceria com Fernando Semedo (texto) e Elza Rocha (fotografia).


Acho que nesta lista não falta nada. A corrigir se necessário.


A existir links é a prova provada de que já li a obra.

[1] Os contos deste livro inicialmente publicados pela editora Vega foram reunidos no livro “A Feira dos Assombrados” publicado pela Quetzal. Todas as histórias partilham o Dondo como ponto comum.

no interior: “a educação sentimental dos pássaros”

19 Jan
19.01.2019

Arte no interior do livro A Educação Sentimental dos Pássaros por José Eduardo Agualusa – edição pela Quetzal.

coisas de novembro, 2017

01 Dez
01.12.2017

As leituras e não leituras de alguns fins-de-semana e não só.

Um pouco de banda desenhada:

  • O Idiota de André Diniz
  • Y, O Último Homem: vol. 2 – Ciclos de Brian K. Vaughan e Pia Guerra
  • Homem-Aranha vol. 8: Nunca Digas Nunca / Guerra Civil II
  • Uma Aldeia Branca: O Bar do Barbudo de Tomeu Pinya
  • O Velho Logan (especial Marvel 2/10) de Brian Michael Bendis e Andrea Sorrentino – excelente!! Pretendo, sem qualquer dúvida, continuar a descobrir mais em X-Men – Série I.
  • Homem-Aranha vol. 9: Amigos Para Sempre – começou por ser uma história DIVERTIDA, depois DiVeRTiDa, no final divertida. Só decidi comprar a colecção Homem-Aranha e não Vingadores e agora o final da história iniciada em Homem-Aranha vol. 8 termina na revista Vingadores!
  • Jessica Jones: Alias 4 – As Origens Secretas de Jessica Jones de Brian Michael Bendis e Michael Gaydos

Um pouco de outras coisas mais:

  • Onde os Últimos Pássaros Cantaram de Kate Wilhelm – adorei. História contada a três vozes sobre as (des)vantagens da unidade e da supressão da individualidade. Um livro muito actual.
  • Paris de Julien Green

acordo todos os dias com o arrulhar de uma pomba

25 Abr
25.04.2017

Acordo todos os dias com o arrulhar de uma pomba.
Anseio, apenas uma vez, sonhar com uma espingarda para libertar a ave do seu conformismo. Sonho matar o acordar e ficar a sonhar liberdade.

um pato?

14 Jun
14.06.2015

No Parque de Barcelos.

coisa linda!

14 Jun
14.06.2015

Um lindo exemplar.

à espera

03 Jun
03.06.2015

Aqui estava eu na leitura e a petiscar algo bué de saudável quando recebi a companhia de dois viajantes.

© 1999.2020 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!