Tag Archive for: quotes

02 Dez
02.12.2018 OS DIAS DESLIZAM COMO SE FOSSEM LÍQUIDOS. Não tenho mais cadernos para escrever. Também não tenho mais canetas. Escrevo nas paredes, com pedaços de carvão, versos sucintos. Poupo na comida, na água, no fogo e nos adjetivos.
A Teoria Geral do Esquecimento de José Eduardo Agualusa (página 87)

26 Nov
26.11.2018 O riso tinha-os salvo sempre: uma elegância suicida de troçarem de si próprios que era a mútua e solidária máscara do desespero, de um duplo espanto no qual um deles continuava a estar infinitamente sozinho, condenado e perdido.
O Inverno em Lisboa de Antonio Muñoz Molina (página 94)

24 Nov
24.11.2018 Soube que a ausência era uma sensação neutra de vazio.
O Inverno em Lisboa de Antonio Muñoz Molina (página 50)

24 Nov
24.11.2018 Perguntou-me por que razão eu sabia que aquele encontro era o último. «Sei, porque nos filmes», disse-lhe, «quando chove tanto é porque alguém está a ir-se embora para sempre.»
O Inverno em Lisboa de Antonio Muñoz Molina (página 49)

22 Nov
22.11.2018 Por seu lado, Saeed desejava poder fazer alguma coisa por Nadia, poder protegê-la do que o futuro lhes poderia reservar, mesmo se compreendesse, em certa medida, que amar é entrar na inevitabilidade de um dia não conseguir proteger o que é mais precioso para uma pessoa.
Passagem Para o Ocidente de Mohsin Hamid (página 143)

19 Nov
19.11.2018 Descobri então que se tratava de um típico pub. O «pub» era uma invenção dos humanos que viviam em no Reino Unido, destinada a compensar o facto de serem seres humanos a viver no Reino Unido.
Os Humanos de Matt Haig (página 253)

19 Nov
19.11.2018 O céu sobre a sua cidade tinha ficado demasiado poluído para que fosse possível observar as estrelas. Mas em noites estreladas, após um dia de chuva, o pai de Saeed puxava, por vezes, do telescópio e a família bebia chá verde na varanda, sentindo uma agradável brisa, e observava, à vez, objetos cuja luz, muitas vezes, fora emitida antes de qualquer um destes três observadores ter nascido – luz de outros séculos que só agora chegava à Terra. O pai de Saeed chamava a isto viagem no tempo.
Passagem Para o Ocidente de Mohsin Hamid (páginas 19 e 20)

01 Nov
01.11.2018 Lembrei-me de Almeida Garrett, viajante e pensador português de meados do século XIX. Uma inspiração para mim, Garrett fizera uma viagem pelo seu próprio país, narrada em Viagens na Minha Terra, e constatando a pobreza, formulara uma questão: «E eu pergunto aos economistas políticos, aos moralistas, se já calcularam o número de indivíduos que é forçoso condenar à miséria, ao trabalho desproporcionado, à desmoralização, à infâmia, à ignorância crapulosa, à desgraça invencível, à penúria absoluta, para produzir um rico.»
Sul Profundo de Paul Theroux (página 149)

13 Mai
13.05.2018 (…) since the past vanishes with memory, all that we can live is in now.
The Sudden Appearance of Hope by Claire North (pag.112)

10 Mai
10.05.2018 He woke up next to her, and still experienced that visceral thrill of being not just accepted and wanted, but loved.
Theories of Flight by Simon Morden (page 110)
© 1999.2019 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera