Tag Archive for: romance

coração negro de naomi novik

13 Jan
13.01.2020

Agnieszka adora a sua pacata aldeia no vale, as florestas e o rio cintilante. Mas o maléfico Bosque permanece na fronteira e a sua sombra ameaçadora paira sobre a vida da jovem.
O povo depende do feiticeiro conhecido apenas por Dragão para manter os poderes de Bosque afastados. Mas o Dragão exige um terrível preço pela sua ajuda: uma jovem deve servi-lo durante dez anos, um destino quase tão terrível como perecer a Bosque.
A próxima escolha aproxima-se e Agnieszka tem medo. Todos sabem que o Dragão irá levar a bela, graciosa e corajosa Kasia, tudo aquilo que Agnieszka não é, e a sua melhor amiga no mundo. E não há forma de a salvar. Mas Agnieszka teme as coisas erradas. Porque quando o Dragão chega, a sua escolha surpreende todos..

Saída de Emergência

O livro Coração Negro de Naomi Novik ganhou o prémio Nebula para a melhor romance (2016) e o prémio Locus para o melhor romance de fantasia (2016).

É uma história muito boa, com pormenores horríveis (deliciosos), pintalgado de romance e de humor. A magia está cheia de efeitos sonoros e tão fulgurantes – a palavra escrita é poderosa, mas mais o é a palavra falada/cantada.

A narração de magia são dos melhores momentos do livro. As personagens são, igualmente, memoráveis. Tudo é um primor.

Tradução de Sérgio Gonçalves

o impostor

10 Mar
10.03.2009

As feições tinham a mesma harmoniosa perfeição, moldadas talvez ainda com maior vigor nas suas linhas semelhantes. Nos olhos brilhava o fogo de uma intensa intelectualidade; boca e queixo voluntarioso, indicando um homem de acção; a figura atlética, cheia de “soupless”. Apresentava as características da perfeita saúde física e mental – de um homem que vivia com dignidade e sem pessimismos, a despeito de uma certa gravidade de expressão.

Iniciando um light, presumia eu, romance policial, ataco as páginas de “O Impostor” (The Great Impersonation, 1920) por E. Phillips Oppenheim. Mas depois de chegar a estas linhas sei que terei tudo menos leitura light.

The Great Impersonation, a obra mais conhecida de E. Phillips Oppenheim, levada ao cinema por três vezes (1921, 1935 e 1942), será lida noutra altura.

Hoje, pelo menos, quero algo mais light.

O Impostor, E. Phillips Oppenheim // título original: The Great Impersonation // editor: Livros do Brasil, colecção Vampiro

© 1999.2020 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!