Artigos

don rosa

Don Rosa visitou o nosso país entre 26 de Setembro e 1 de Outubro de 1997, aquando do IX Salão Internacional de Banda Desenhada do Porto, realizado no Mercado Ferreira Borges – nessa altura vi em carne em osso Don Rosa e obtive uma assinatura numa capa do álbum de uma das aventuras mais emblemáticas deste artista.

Mas quem é Don Rosa?

Keno Don Hugo Rosa, known simply as Don Rosa, (born June 29, 1951) is an American comic book writer and illustrator known for his stories about Scrooge McDuck, Donald Duck and other characters created by Carl Barks for Disney comics, such as The Life and Times of Scrooge McDuck.

from wikipedia

don rosa

don rosa

Outro álbum directamente do sótão

satélites

“Satélites” de José Carlos Fernandes é mais uma história que faz parte da colecção Quadradinho publicada pela Associação Salão Internacional de Banda Desenhada do Porto [ASIBDP] com o número 12 (1997).

satélites, com dedicatória

Mais uma obra que tiro directamente do sótão.

a sorte do samurai

“A Sorte do Samurai” (1987) faz parte da colecção Quadradinho publicada pela Associação Salão Internacional de Banda Desenhada do Porto [ASIBDP] com o número 8 e a estreia de Ricardo Figueira com uma história cheia de voltas e reviravoltas suculentas.

a sorte do samurai, dedicatória e rabisco

Tentei descobrir mais informações sobre o artista, mas a internet é um vazio para mim.

“A Sorte do Samurai” é outra obra que tiro directamente do sótão.

olivião

pedro piresPedro Pires mostra em 1999 que sabe desenhar e escrever.
“Olivião” que faz parte da colecção Quadradinho publicada pela Associação Salão Internacional de Banda Desenhada do Porto [ASIBDP] com o número 17 é a sua segunda publicação; desta vez tudo é da sua responsabilidade e fez um trabalho fascinante.

Nesse ano exibiu, também, no Salão de Banda Desenhada do Porto, alguns inéditos a cores, e tenho ainda devidamente conservados os separadores de livros assinados pelo autor – “Olivião” também tem uma dedicatória.

Com isto faço minhas as palavras de Nuno Amado “guardaram-na num qualquer canto lá de caso e não se pensa mais nisso” – quem gosta mesmo de BD guarda “coisas” com grande carinho como forma anónima de grande respeito pelo trabalho dos autores.

Mais uma obra que tiro directamente do sótão.

senti-a no braço

“Senti-a no Braço” é a banda desenhada de estreia, Outubro 1997, de Vale da Silva (história) e Pedro Pires (desenhos) que está integrada na colecção Quadradinho publicada pela Associação Salão Internacional de Banda Desenhada do Porto [ASIBDP] com o número 11.

senti-a no braço

“Senti-a no Braço” é uma história que li e reli (hoje) sem qualquer dificuldade, o tamanho é neste caso irrelevante – a qualidade dos dois autores está presente em cada prancha. É mais uma obra que tiro directamente do sótão.

la route d’armílía

la route d'armílía “La Route d’Armílía” é uma novela gráfica dos artistas belgas François Schuiten e Benoît Peeters, o quarto volume da série “Les Cités Obscures”. O álbum que faz parte da minha bdteca é uma edição de 1988 da Casterman e sofreu uma mais valia em 1995?, possivelmente, quando foi autografado pelos autores no 5º? Salão Internacional de Banda Desenhada do Porto.

É um álbum fascinante não apenas porque nos é apresentado com um conteúdo diferente (temos as tradicionais pranchas de banda desenhada conjugadas com textos e ilustrações), mas porque ficamos a saber mais sobre as Cidades Obscuras e menos sobre as Cidades Obscuras – novas questões ficam no ar.

Peguei no álbum para matar um pouco as saudades enquanto não apanho nas minhas mãos as novas edições de “La Route d’Armílía” intitulada de “La route d’Armilia et autres légendes obscures”. E já nem falo das novas reedições: “L’enfant penchée”, “L’Echo Des Cités”, “La Théorie du grain de sable”, “La Fièvre d’Urbicande”, “L’Archiviste”, “La Tour”.

salão de jogos venezuela

Soube, mesmo agora, por um amigo e vizinho que o Salão de Jogos Venezuela (Barcelos) vai renascer das cinzas tendo na gerência duas pessoas capazes, dinâmicas, trabalhadoras.

Depois do Subatha nada como existir em Barcelos um novo espaço de lazer para adultos e miúdos.
Para já não sei muito, sei o mais importante irá abrir UM novo Salão de Jogos Venezuela e ahhh já existe uma página no Facebook – oficial!

Hoje este blog quase que parece um canal noticioso. Sou mesmo bom! É o que eu digo de mim mesmo, porque se estou à espera dos outros estou lixado.