Tag Archive for: stephen king

normal de warren ellis

22 Fev
22.02.2018

Há dois tipos de profissionais que se ocupam do futuro: os estrategistas de tendências, que procuram organizar as cidades para sobreviver ao inevitável colapso da sociedade, e os previsores de estratégias, mais preocupados em preparar cada um dos seus clientes. Os primeiros são pagos por caridades e ONG, os segundos por empresas de segurança e corporações.

Estas são profissões de desgaste rápido, impossíveis de manter durante muito tempo. A depressão instala-se e, se o olhar de abismo se instala, há apenas um lugar para onde ir. O Cabo Normal.

Aqui está o ponto de partida para um livro que se lê facilmente, mas complicado de digerir – perturbador.

Um livro mais assustador do que A Head Full of Ghosts de Paul Tremblay. [A Head Full of Ghosts é um livro muito divertido, mas nada assustador. Agora que tem um valente mind twist isso tem. E Stephen King assusta-se é com facilidade.]

Normal apenas me desiludiu na tradução. Há coisas que se podiam evitar como optar por traduzir alguns nomes topográficos e outros não.

a clínica do terror

22 Nov
22.11.2009

– É assim tão fácil adivinhar os meus pensamentos. [1]

Mary Higgins Clark assina uma obra de ritmo alucinante.
É, digamos, um livro a resvalar para literatura de aeroporto ou de sala de espera de consultório médico, ou da paragem do autocarro, acho que já se percebeu a ideia, mas sem atingir a mediocridade de algumas obras do mestre King.

A história está bem urdida e convenceu-me sem qualquer dificuldade, apesar de estar actualmente numa de comer livros a uma velocidade doentia; e não sou fácil de ser convencido – acho eu!

informações
pág. 78 [1]

os olhos do dragão

08 Mar
8.03.2008

– Um conselheiro do rei é muito parecido com os veados que existem no parque particular do rei. Este tipo de veado é afagado, mimado e alimentado à mão. Tanto os conselheiros como os veados domesticados levam vidas agradáveis, mas são muitas as ocasiões em que tive a oportunidade de ver um veado domesticado do parque acabar à mesa do rei, quando não havia nas coutadas reais um cervo selvagem para os bifes ou para o guisado dessa noite. Quando um rei morre, os antigos conselheiros desaparecem sem se saber bem como.

Stephen King, Os Olhos do Dragão
título original: The Eyes of the Dragon
tradução: Lídia Geer
editor: Círculo de Leitores, Dez. 2000
citação: página 147
isbn: 972-42-2391-4

© 1999.2018 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera