Artigos

04. referências culturais em sr. mercedes

Continuam os meus registos em tom obsessivo das referências descobertas por mim no livro Mr. Mercedes de Stephen King.

(…) que a fazia parecer-se um pouco com Elsa Lanchester em A Noiva de Frankenstein.

página 123

“A Noiva de Frankenstein” (Bride of Frankenstein) é um filme de 1935 dirigido por James Whale. Houve uma nova versão em 1985, com o novo “A Prometida”, realizado por Franc Roddam.

Talvez afinal possa ser Philip Marlowe. Imagina-se num escritório miserável, com duas salas, a dar para o corredor do segundo andar de um prédio de escritórios barato. A contratar uma secretária boazona com um nome como Lola ou Velma.

página 123

Philip Marlowe é um personagem criada pelo escritor Raymond Chandler. A estreia do detective particular Marlowe foi no livro o “Grande Sono”, publicado em 1939.

(…) Entram em sites destes e de repente os seus computadores parecem adquirir inteligência artificial como o Hal 9000 e começam a descarregar fotografias de prostitutas adolescentes ou vídeos terroristas que mostram pessoas a ser decapitadas.

página 135

Hal 9000 é o computador é uma personagem do livro “2001 – Odisseia no Espaço” de Arthur C. Clarke, e imortalizado pela adaptação cinematográfica feita por Stanley Kubrick em 1968.

cold is being by renaissance

A música sempre teve uma importância enorme na minha vida. Graças ao meu tio João Brito descobri uma imensidão de músicas. As minhas músicas de embalar eram cantadas por Muddy Waters, Odeta, Jethro Tull, Zappa, Pink Flyod, Chet Baker, Gato Barbiere, Emerson, Lake & Palmer, King Crimson, Nazareth, Sonny Rollins e muito, muito mais.

Contudo, após ver o filme Gallipoli em 1987 fiquei apaixonado pelo Adagio de Albinoni. A versão pelos Renaissance é uma das músicas com que adormeço.

trains and men

Uma possível comparação entre a performance masculina e comboios.

andar de mota, com efeitos especiais…

Um inocente pai apanhado por dois filhos diabos. E que descobriu isso apenas hoje ao limpar o cartão de memória da máquina.

hand jobs – mr. esgar’s artshow, o vídeo

No post anterior não coloquei o vídeo e apresentação de Esgar Acelerado. Aqui está ele.

painel “lisboa fantástica”

Painel “Lisboa Fantástica”, moderado por Rui Tavares, com João Barreiros, David Soares e Octávio dos Santos inserido no Fórum Fantástico 2010.
Por motivos de energia (a bateria esgotou a carga) não me foi possível gravar as restantes intervenções. Este foi o vídeo possível.

os bonecos da margarida

Mais uma vez a Margarida realizou obras primas segundo os seus próprios critérios exigentes.

Não há folha que escape a uma caneta, lápis, lapiseira, marcador… é um risco ali, um desenho acolá; é uma artista terrorista que reduz as minhas folhas A4, os meus blocos de apontamentos a um singelo vazio.

E, ainda por cima, tem de mostrar a toda a família os desenhos na “net” enquanto vê um qualquer vídeo do Ruca, da Turma da Mônica no youtube. E antes que se lembre desses desenhos tratei, devidamente, de os digitalizar

Pasmem-se pelo surrealismo das obras apresentadas.

mais um

o vinho verde

Depois de uma caneca de vinho verde tamanho mega ter escorrido copiosamente pela minha garganta ajudada pela excelente feijoada decidi contra qualquer bom senso fazer uma estúpida caminhada em busca de uma cobra para fotografar – sim, uma cobra. Não era um mosquito, uma flor, um sapo, uma vaca, mas uma cobra.

Deixei pois o Restaurante Recesinhos, que recomendo (diárias a preço da chuva) e caminhei durante pelo menos 2 horas. Só parei quando me apercebi que a caminhada pelo meio do monte me tinha feito chegar a outra localidade.

Na altura do regresso fiz, ainda um vídeo. O que fazem os deliciosos e perniciosos efeitos de um bom vinho verde na mente de um jovem como eu? O que aprendi com o passeio? Nada. Rigorosamente nada, excepto que com duas canetas tinha ficado a dormir no sofá.

megachile rotundata, o vídeo

Megachile Rotundata é uma das espécies de abelha solitária, não constrói colônias ou guarda mel, mas é uma eficiente polinizadora. As fêmeas criam os ninhos em pequenos buracos no solo ou nas fendas existentes em árvores ou edifícios.

Foi uma sorte ter filmado isto.

as formigas em suaves movimentos

Não é muito relaxante observar o frenesim das formigas.
Mas não deixou de ser fascinante. Aqui está um pequeno vídeo.